Ultimamente notícias sobre proprietários de veículos da Tesla dormindo ao volante estão ficando cada vez mais comuns. Isso traz uma certa preocupação, de que o conforto de ter um piloto automático faz com que os motoristas durmam ao volante confiando todo o controle ao veículo.

O fato mais recente foi quando um motorista registrou um casal aparentemente dormindo no banco do motorista e do passageiro de um Tesla enquanto descia pela Interstate 90 em Boston.

A notícia causou muita confusão e muitos usuários disseram que a Tesla deveria ser mais agressiva quanto ao monitoramento dos motoristas e, possivelmente, acordá-los, travando o veículo bruscamente.

A Tesla respondeu que seus carros já tinham monitoramento de engajamento, pois os usuários precisavam apertar o volante regularmente para mostrar que estavam prestando atenção.

“Nosso sistema de monitoramento de motorista lembra repetidamente os motoristas a permanecerem envolvidos e proíbe o uso do piloto automático quando os avisos são ignorados”, disse a Tesla em comunicado.

Um detalhe importante, é que os veículos da Tesla são funcionais quando no quesito segurança, e reagem se você adormecer no volante e ficar sem interagir com o veículo por muito tempo. O carro alerta o piloto com alguns bipes altos e, caso não reaja o carro começa a desacelerar até parar, como demonstrado neste vídeo, retweetado hoje por Elon Musk, veja:

Outro vídeo mais recente mostra o processo no Tesla Model 3.

A Tesla deixa bem claro, de acordo com seus dados, dirigir com o Autopilot ativado é mais seguro do que sem. O importante é que os pilotos monitorem o veículo e sejam mais responsáveis, abusar demais dessas funcionalidades e entregar total confiança ao carro, pode torna-lo letal para todos no trânsito.

Deixe uma resposta