LoL: Riot Games pede jogadores profissionais que se calem sobre questões sensíveis nas transmissões

0

A Riot Games parece estar tentando manter suas mãos limpas depois que a Blizzard baniu o jogador profissional Chung “blitzchung” Ng Wai, por um ano e tirou seus ganhos por seus comentários pró-protesto no domingo, em uma entrevista pós-jogo.

John Needham, chefe de esports de League of Legends, emitiu um comunicado, informando que a Riot Games lembrou os jogadores acerca de discussões sobre questões delicadas durante transmissões, principalmente política e religião.

Ele ainda disse que opiniões sobre essas questões devem ficar separadas, pelo fato delas não poderem ser representadas de uma maneira justa em um torneio. Não há espaço suficiente para a paciência e sutilezas que esses assuntos exigem, disse a empresa.

A empresa argumentou ainda, que as declarações em suas plataformas poderiam agravar situações já tensas, colocando os fãs e a equipe da Riot em perigo.

“Ao nos aproximarmos da fase de grupos do Campeonato Mundial de League of Legends deste fim de semana, quero ter um momento para falar claramente sobre como abordamos tópicos sensíveis nas transmissões da Riot.

Como regra geral, queremos manter nossas transmissões focadas no jogo, no esporte e nos jogadores. Atendemos fãs de diversos países e culturas e acreditamos que essa oportunidade vem com a responsabilidade de manter pontos de vista pessoais sobre questões sensíveis (políticas, religiosas ou outras) separados. Esses tópicos geralmente são incrivelmente matizados, exigem compreensão profunda e vontade de ouvir, e não podem ser representados de maneira justa no fórum que nossa transmissão oferece. Portanto, lembramos aos nossos lançadores e jogadores profissionais que não discutam nenhum desses tópicos no ar.

Nossa decisão também reflete que temos funcionários e fãs da Riot em regiões onde houve (ou existe risco de) distúrbios políticos e / ou sociais, incluindo lugares como Hong Kong. Acreditamos que temos a responsabilidade de fazer o possível para garantir que as declarações ou ações em nossas plataformas oficiais (intencionadas ou não) não escalem situações potencialmente sensíveis.

Sempre nos esforçaremos para oferecer uma ótima experiência competitiva para jogadores e fãs. Pode ser idealista, mas esperamos que League of Legends possa ser uma força positiva que une as pessoas, não importa onde elas estejam, mesmo que seja apenas um jogo de cada vez em Summoner’s Rift.”

Deixe uma resposta