O Google Chrome é o navegador mais popular do mundo, isso graças a sua qualidade, mas nem todos veem desse ponto de vista, alguns acreditam que o famoso navegador que é indispensável para muitos andou sabotando seus concorrentes afim de se manter sempre a frente. Um ex-executivo da Mozzila atacou o Google Chrome acerca de suas formas de conseguir sucesso e se manter sempre a frente.

Jonathan Nightingale detalhou em seu Twitter atritos que aconteceram entre o Google e a Mozilla no decorrer dos anos. Jonathan disse o Google era amigável com o Mozilla, isso até o Chrome ser lançando, a partir desse ponto as coisas começaram a ficar estranhas, mesmo a Mozilla provando estar do lado deles.

Jonathan descreveu que serviços como do Google como o Google Docs e o Gmail começaram a ter problemas de desempenho no Firefox, muitas vezes exibindo informações de que o Firefox era incompatível com esses serviços. Cada vez que a Mozilla reportava esses problemas o Google se desculpava dizendo trazer correções posteriormente, isso se repetiu por várias vezes. Dessa forma os usuários fieis ao Mozilla passaram a usar o Chrome em decorrência desses problemas, dando popularidade ao Chrome.

Embora Jonathan afirme que a queda do Firefox é obra da própria Mozilla, esta não é a primeira vez que o Google é atacado por interferir intencionalmente a forma como os sites funcionam em navegadores concorrentes. Outro executivo da Mozilla acusou o Google de criar artificialmente problemas de desempenho no YouTube ao usar o Edge ou o Firefox, e um ex-estagiário da Edge fez uma acusação semelhante no final de 2018. A Microsoft acabou desistindo de seu próprio navegador o Edge, anunciando posteriormente uma nova versão baseada no Chromium para aqueles que estão inscritos no programa Insider.

Fonte: Jonathan Nightingale (Twitter) via ZDNet

Deixe uma resposta