O controle dos pais da Apple no iOS 12 são muito inconsistentes: certos termos relacionados ao sexo são bloqueados, mas outros resultados são preocupantes, como sites de alt-right e apoio ao terrorismo, são permitidos, como pode ser visto no site O.school.

As configurações são encontradas em Tempo de uso, que a Apple apresentou no mês passado no iOS 12. Acessando a opção Tempo de uso , os pais podem configurar um iPhone para ocultar conteúdo impróprio para crianças. Mas de acordo com as descobertas do site  O.school , o filtro não permite pesquisas como “sexo seguro”, “Violência sexual” e “educação sexual”, mas permite buscas por bombardeios, envenenamentos e até mesmo a adesão a um grupo terrorista. A Apple simplesmente proíbe sites que mencionam sexo, e não expandiu seus termos restritos para violência, extremismo ou até termos mais específicos de pornografia. Certos termos pornográficos ainda são pesquisáveis, como por exemplo, “como se masturbar” produz resultados de busca, enquanto “masturbação feminina” não gera nenhum resultado de pesquisa.

Mesmo com o filtro pouco eficiente baseado em palavras restringidas pela Apple, com um pouco de empenho e paciência os adolescentes poderiam conseguir os resultados pretendidos em pesquisas no iOS 12. Desse modo o filtro está fazendo um péssimo trabalho, quando se fala em manter o conteúdo inadequado fora do alcance de crianças e adolescentes, como o site de notícias neonazis Daily Stormer, mas censurando indevidamente certos sites, como o Teen Vogue que na verdade seriam sites voltado para o publico jovem.

Em resposta ao site The Verge a Apple passou as seguintes informações:

Para ver o que é censurado, você pode entrar na opção Tempo de uso, tocar em Conteúdo e privacidade, e acessar Restrições de conteúdo. Role para baixo até Conteúdo da Web e toque em Limitar sites adultos. A Apple também oferece aos pais a opção de permitir que as crianças visitem sites autorizados e colocar na lista negra determinados sites, o que parece ser a melhor alternativa para usar o filtro de sites para adultos.

Via: The Verge

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*