A Epic Games suspendeu a publicidade de Fortnite no YouTube temporariamente, essa pausa aconteceu depois que empresa descobriu que seus anúncios estavam sendo exibidos em vídeos usados por pedófilos para explorar e compartilhar conteúdo infantil.

The Verge informou que a Epic está pausando alguns de seus formatos de anúncios, como os anúncios curtos que estão à frente dos vídeos na plataforma.

“Interromperemos toda a publicidade precedente”, disse um porta-voz da Epic Games à CNBC. “Por meio de nossa agência de publicidade, entramos em contato com o Google / YouTube para determinar as ações que eles tomarão para eliminar esse tipo de conteúdo de seus serviços.”

O YouTube aparentemente está facilitando a comunicação de pedófilos por meio de seu algoritmo de recomendação, bem como por meio de seções de comentários sobre vídeos aparentemente inocentes  com crianças pequenas. É uma questão que foi destacada por Matt Watson no Reddit no início desta semana e explorada mais adiante em um relatório do The Verge pouco depois.

“O algoritmo recomendado do YouTube está facilitando a capacidade dos pedófilos de se conectarem uns aos outros, trocar informações de contato e vincular a pornografia infantil real nos comentários”, explicou o post original de Watson. “Consigo consistentemente ter acesso a ele de contas do YouTube, antes inéditas, através de vídeos inofensivos em menos de dez minutos, em algumas vezes menos de cinco cliques”.

Por exemplo, esses vídeos apresentavam comentários de pedófilos que compartilham selos de tempo destinados a sexualizar uma criança em determinadas partes do vídeo. Antes desses vídeos são exibidos anúncios como o do jogo Fortnite, motivo pelo qual a Epic Games suspendeu a exibição dos anúncios relacionados ao jogo no YouTube.

“Qualquer conteúdo – incluindo comentários – que ponha em perigo menores é repugnante e temos políticas claras que proíbem isso no YouTube”, disse um representante do YouTube ao The Verge. “Há mais a ser feito e continuamos a trabalhar para melhorar e pegar o abuso mais rapidamente”.

Não foi só a Epic games que congelou seus anúncios no YouTube, empresas como Disney e Nestlé fizeram o mesmo.

Um porta-voz da Nestlé disse à CNBC: “Todas as empresas Nestlé nos EUA fizeram uma pausa na publicidade no YouTube”.

Depois das polêmicas envolvendo o Tumblr em casos de conteúdo sexual infantil em sua plataforma, agora é a vez do YouTube encarar esse mesmo problema.

Deixe uma resposta