Fallout 76  foi lançado recentemente pela Bethesda e além das polêmicas relacionadas ao jogo como bugs e problemas de servidor, agora um jogador revoltado com as atitudes de jogadores homofóbicos desabafou em seu perfil no Twitter sobre o fato que gerou grande repercussão.

Conforme relatado pela Eurogamer, um dia após o lançamento de Fallout 76, um jogador postou em seu perfil no Twitter um vídeo em que um grupo de jogadores o agredia verbalmente além de provoca-lo com chacotas, o grupo começou ataca-lo dizendo que queria elimina-lo, pois estava eliminando os gays do servidor. O vídeo foi assistido milhares de vezes em poucos minutos.

Os jogadores envolvidos foram investigados pela equipe da Bethesda que inicialmente foram punidos com três dias de banimento, mais tarde a empresa decidiu remove-los definitivamente do jogo.

“Nós demos uma proibição inicial de três dias enquanto nossa equipe de CS examinava o assunto para verificar as pessoas envolvidas e o que aconteceu”, disse um porta-voz da Bethesda à Eurogamer. “Depois de uma revisão adicional, proibimos permanentemente os jogadores que identificamos.”.

O jogador alvo dos jogadores tóxicos no vídeo, AJpls, criticou as limitadas opções de Fallout 76, sugerindo que o jogo deveria ter servidores não-PVP para evitar esse tipo de problema.

“Esses caras andavam por aí alvejando pessoas e se tivessem como alvo uma criança que estava lutando com sua identidade”, disse AJpls à Eurogamer. “E se eles dissessem todas essas coisas para alguém que estivesse vivendo isso sozinho e não tivesse ninguém para conversar? Isso pode realmente estragar alguém.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*